NEOJIBA ONLINE completa 2 meses

  • 19 mai, 2020

Há dois meses, crianças, adolescentes e jovens do NEOJIBA trocaram as idas diárias aos 14 núcleos do Programa em Salvador e no interior do Estado, com seus instrumentos à tiracolo, pelas atividades online. Em 19 de março, dois dias depois que todas as atividades presenciais foram suspensas(17/03), como medida de prevenção à pandemia da COVID-19, o Programa adotou uma nova plataforma de interação com seus integrantes, o NEOJIBA ONLINE.



Além das aulas coletivas e individuais com os educadores dos núcleos, os integrantes estão tendo o privilégio de receber em casa, de forma virtual, artistas internacionais, como a violinista japonesa Midori Goto, o flautista suíço Michel Bellavance, o violinista francês David Grimal, o trompetista suíço Gérard Métrailler, a ministra da Cultura e Turismo de Moçambique e oboísta Eldevina Materula e o violinista alemão Markus Däunert.

 

“Aprende quem ensina”

Para manter vivo o maior lema do NEOJIBA, o “Aprende quem ensina”, os músicos bolsistas das principais formações musicais do NEOJIBA tornaram-se padrinhos e madrinhas dos integrantes mais novos, colaborando com suas atividades musicais.

Contrabaixista da Orquestra 2 de Julho, Talita Felício, conta que seu primeiro dia como professora no Núcleo de Prática Musical da Federação foi também o primeiro dia da quarentena. “Não encontrei minhas alunas presencialmente nenhuma vez. Nosso primeiro contato já foi por videochamada. Poder passar meus conhecimentos para elas é muito bom. Elas não ficam órfãs, como eu também não fiquei. O NEOJIBA continua muito presente no nosso dia a dia”. As aulas com artistas renomados só aumentam sua motivação. “É surreal, né? As reuniões com David, com Midori, que são músicos incríveis, dão ânimo pra gente. Nas conversas, ficamos sabendo como eles estão enfrentando essa situação, que é mundial, e isso nos dá um fôlego, nos inspira”.

O setor de Desenvolvimento Social do Programa também mantém suas atividades, acompanhando de perto os integrantes e seus familiares, com o apoio de psicólogos e assistentes sociais. Apenas durante os 40 primeiros dias do período da quarentena, foram 615 atendimentos por meio de ligações, mensagens de Whatsapp e conversas por videochamada.


E para aliviar a saudade das apresentações públicas, que seguem suspensas, os músicos do Programa estão gravando vídeos, divulgados semanalmente nas nossas redes sociais.

 

 

Sobre o NEOJIBA

Criado em 2007 pelo pianista e maestro baiano Ricardo Castro, o NEOJIBA (Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia) promove o desenvolvimento e integração social prioritariamente de crianças, adolescentes e jovens em situações de vulnerabilidade, por meio do ensino e da prática musical coletivos. O programa é mantido pelo Governo do Estado da Bahia, vinculado à Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social e gerido pelo Instituto de Desenvolvimento Social Pela Música.

Em 12 anos de atuação, o NEOJIBA atendeu, direta e indiretamente, mais de 10 mil crianças e jovens entre 6 e 29 anos. As apresentações das suas quatro formações orquestrais e dos seus núcleos de prática musical já foram vistas por mais de 830 mil pessoas no Brasil e no exterior.


Comentários