Série NEOJIBA no TCA apresenta jovens solistas do Programa

Publicado em: 09/11/2017
tcanovembro

O concerto acontece no próximo dia 22 de novembro, às 19h30

O palco do Teatro Castro Alves recebe no dia 22 de novembro, às 19h30, um concerto que apresenta solistas do NEOJIBA. Os grupos de câmera Multifaces e Quarteto de Trompas da Bahia, o flautista Jonadabe Batista e a oboísta Paola Giovanna tocam junto com a Orquestra Juvenil da Bahia obras concertantes sob a regência de Eduardo Torres, diretor musical do Programa. Béla Bartók, Robert Schumann, Carl Reinecke e Antonio Vivaldi e Mark Ford são os compositores apresentados na noite.

Um dos principais desafios do repertório é o Concerto para Orquestra, de Bartók. “Será a primeira vez que a Orquestra vai tocar uma música deste que é um dos maiores compositores da história da música ocidental. Na tradição dos concertos grossos barrocos, é uma obra que exige muito de todos os músicos individualmente e da orquestra, enquanto conjunto, por isso o desafio”, comenta Eduardo Torres. A composição destaca como solistas sucessivamente diferentes instrumentos ou naipes da orquestra. Ela foi estreada em 1º de dezembro de 1944, no Carnegie Hall, pela Orquestra Sinfónica de Boston, regida por Serge Koussevitzky e é uma das mais importantes obras da primeira metade do século XX.

Grupos de câmera e jovens solistas
O Multifaces é um trio de percussão formado por David Martins, Fábio Santos e Aquim Sacramento. No concerto, o grupo apresenta a obra Fantasia Stubernic, de Ford. Escrita para ser tocada por três percussionistas em uma mesma marimba, acompanhados de orquestra, a música foi dedicada a Stefan e Mary K. Stuber, amigos de faculdade do compositor. “Essa é uma obra que a gente já conhece, mas tocá-la com orquestra vai ser um desafio”, afirma David. “A música funciona como uma espécie de diálogo com a orquestra. Muitas das frases que tocamos na marimba é repetida por algum grupo da orquestra”, conta Fábio.

O outro grupo de câmara que participa do concerto é o Quarteto de Trompas da Bahia. Formado por Paula Guimarães, Uriel Borges, Davi Brito e Orlando Afanador, o conjunto fará o solo da Peça Concertante para Quatro Trompas e Orquestra, de Schumann. Compositor do período romântico, o alemão tinha uma forte relação com a literatura e sua música tem influência de escritores e poetas do Romantismo alemão. “Essa é uma obra que apresenta o instrumento da melhor forma possível. Vai desde a região aguda, que exige bastante do trompista, até um acompanhamento que explora as regiões mais graves”, afirma Orlando.

Jonadabe Batista, de 17 anos, e Paola Giovanna, 13, representam os integrantes solistas neste concerto. Chefe do seu naipe na Juvenil da Bahia, Jonadabe apresenta o Concerto para Flauta, de Reinecke. Já a integrante da Orquestra Castro Alves (OCA), Paola, sola no Concerto para Oboé, de Vivaldi. Os dois têm histórias parecidas dentro do NEOJIBA. Ambos começaram na Orquestra Pedagógica Experimental (OPE), formação mirim do programa, e depois passaram para a OCA ou Juvenil da Bahia.

Há três anos, Jonadabe integra a principal formação do Programa. Esta será sua estreia como solista. “Estou estudando essa música há algum tempo e tive o apoio de Michel Bellavance, professor da Academia do NEOJIBA. Da última vez que ele esteve aqui, eu toquei a música e ele gostou. Isso me deixou seguro”, conta o jovem solista.

Programa NEOJIBA
Criado em 2007 como um dos programas prioritários do Governo do Estado da Bahia, o NEOJIBA (Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia) tem por objetivo promover na Bahia o desenvolvimento e a integração social, prioritariamente de crianças, adolescentes e jovens em situações de vulnerabilidade, por meio do ensino e da prática musical coletivos. O NEOJIBA beneficia cerca de 4.600 crianças, adolescentes e jovens em todo o estado da Bahia. É uma ação da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) e seu diretor fundador é o maestro e pianista Ricardo Castro.

SERVIÇO
NEOJIBA NO TCA – ConcertoS
Orquestra Juvenil da Bahia
Trio Multifaces (marimba)
Quarteto de Trompas da Bahia
Jonadabe Batista (flauta)
Paola Giovanna (oboé)
Regência: Eduardo Torres
Quarta-feira (22 de novembro), às 19h30
Teatro Castro Alves
R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia)

PROGRAMA

Antonio Vivaldi – Concerto para Oboé RV. 461
Solista: Paola Giovanna

Mark Ford – Fantasia  Stubernic
Solistas: Trio Multifaces

Robert Schumann – Peça Concertante para Quatro Trompas e Orquestra, op. 86
Solistas: Quarteto de Trompas da Bahia

Carl Reinecke – Concerto para Flauta em Ré maior, op. 283
Solista: Jonadabe Batista

Béla Bartók – Concerto para Orquestra

Comentários