NEOJIBA diversifica produção de instrumentos no terceiro ano do Projeto Orquestra Plástica

Publicado em: 07/11/2017
IMG_20171106_103206107_HDR

Nova etapa conta com patrocínio da Braskem e prevê doação de instrumentos criados a partir do cano PVC para projetos musicais do Estado, além da realização de 10 concertos didáticos gratuitos

Desde segunda (6 de novembro), o Atelier de Lutheria de Plástico do NEOJIBA recebe adolescentes, jovens, educadores e músicos da Bahia e do Rio Grande do Sul para uma capacitação com o luthier e multi-instrumentista Fernando Sardo. As oficinas de fabricação de instrumentos alternativos serão realizadas até o dia 14 de novembro, no CESA (Centro Educacional Santo Antônio), das Obras Sociais Irmã Dulce, em Simões Filho – onde o NEOJIBA também atende crianças e adolescentes através de um Núcleo de Prática Orquestral e Coral.

A qualificação marca o início de uma nova etapa do Orquestra Plástica na Bahia; projeto que conta com o patrocínio da Braskem e do Governo do Estado, através do Programa Fazcultura. Para Helio Tourinho, Gerente de Relações Institucionais da Braskem na Bahia, renovar o apoio ao projeto “exemplifica nosso propósito, que é melhorar a vida das pessoas através das soluções sustentáveis do plástico, já que o uso desse material é um facilitador do acesso à iniciação musical”. Em 2017/2018, os Ateliers de Lutheria de Plástico de Simões Filho e Angical irão fabricar 234 instrumentos musicais feitos a partir do cano PVC.

Segundo Alan Jonas Brito, coordenador técnico e pedagógico do projeto, houve um avanço na pesquisa de fabricação de instrumentos de plástico e, para este ano, serão desenvolvidos violoncelos menores e alguns protótipos de instrumentos de sopros que vão servir para tornar a prática musical mais acessível a crianças, jovens e adolescentes do Programa e de projetos musicais de todo o Estado. “Quanto mais prática, mais inspiração no desenvolvimento dos instrumentos”, acrescenta.

Nesta edição do projeto Orquestra Plástica, há um investimento significativo na formação de jovens aprendizes no ofício da lutheria de plástico. 06 jovens receberão bolsas para atuar durante seis meses nos Ateliers de Simões Filho e Angical. Além da oficina com Fernando Sardo, os músicos de Angical participarão de novo intercâmbio com o NEOJIBA, durante os Seminários Pedagógicos, edição 2018. Jovens multiplicadores do NEOJIBA realizarão 03 Caravanas Pedagógicas à Angical, com o objetivo de levar formação técnica e pedagógica à Filarmônica Filhos do Oeste.

A oficina com o luthier Fernando Sardo terá como foco a experimentação, pesquisa e desenvolvimento de novos instrumentos a partir do cano de PVC. Adolescentes, a partir dos 16 anos, e jovens dos Ateliers de Simões Filho e Angical, representantes da equipe pedagógica do NEOJIBA e o maestro Telmo Jaconi da Orquestra Jovem do Rio Grande do Sul participam da oficina.

Os instrumentos fabricados vão compor os 10 kits de iniciação musical para doação a projetos musicais parceiros do NEOJIBA no interior do Estado.  A iniciativa prevê ainda a realização de 10 Concertos Didáticos, em sete munícipios do Estado.

A Orquestra Plástica é um projeto de desenvolvimento e difusão de uma tecnologia social implantado pelo NEOJIBA (Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia) no Estado da Bahia desde 2014. A iniciativa constrói instrumentos musicais com canos de PVC e capacita adolescentes e jovens no ofício da lutheria, articulando por meio da música os campos da sustentabilidade e da inclusão socioprodutiva.

O trabalho de pesquisa e fabricação manual se baseia na lutheria convencional de instrumentos de madeira, e ocorre em dois espaços: no Atelier de Lutheria de Plástico, sediado no município de Simões Filho, inaugurado em novembro de 2015, onde funciona o Núcleo CESA; e no Atelier de Lutheria de Plástico instalado no município de Angical.

A equipe que lidera o aprimoramento desta técnica de construção de instrumentos sinfônicos de plástico são os luthiers Andre-Marc Huwyler, David Matos, Alan Jonas e Natan Paes.

Sobre o NEOJIBA

Criado em 2007 como um dos programas prioritários do Governo do Estado da Bahia, o NEOJIBA (Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia) tem por objetivo promover o desenvolvimento e a integração social, prioritariamente de crianças, adolescentes e jovens em situações de vulnerabilidade, por meio do ensino e da prática musical coletiva. O NEOJIBA beneficia cerca de 4.600 crianças, adolescentes e jovens em todo o Estado da Bahia. É uma ação da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (Justiça Social) e seu diretor fundador é o maestro e pianista Ricardo Castro.

Sobre a Braskem

Com uma visão de futuro global, orientada para o ser humano, os 8 mil Integrantes da Braskem se empenham todos os dias para melhorar a vida das pessoas, criando as soluções sustentáveis da química e do plástico. É a maior produtora de resinas das Américas, com produção anual de 20 milhões de toneladas, incluindo produtos químicos e petroquímicos básicos, e faturamento de R$ 55 bilhões em 2016. Exporta para Clientes em aproximadamente 100 países e opera 41 unidades industriais, localizadas no Brasil, EUA, Alemanha e México, esta última em parceria com a mexicana Idesa.

Comentários