IASPM abre vagas para monitores de música no interior da Bahia

Publicado em: 29/01/2018
Edital RPO 2018-01

Programa de capacitação é oferecido aos membros da REDE de Projetos Orquestrais da Bahia

O Programa de Capacitação em Ensino Musical Coletivo (PROCEC) está com seleção aberta para monitores de música. Podem se inscrever jovens de projetos membros da REDE de Projetos Orquestrais da Bahia com idade entre 15 e 27 anos. As vagas são para as seguintes áreas: ensino coletivo em cordas friccionadas, ensino coletivo em instrumentos de madeiras, ensino coletivo em instrumentos de metais, ensino coletivo em instrumentos de sopro, canto coral, percussão, iniciação musical, regência, arranjo/composição pedagógica, educação musical para pessoas com deficiência e ensino coletivo em cordas dedilhadas.

O PROCEC é uma realização do Instituto de Ação Social pela Música, organização social que gere o programa NEOJIBA – Núcleo Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia. A coordenação do programa de capacitação é responsabilidade da Gerência Pedagógica do NEOJIBA e tem por objetivo promover uma capacitação continuada dos selecionados. Os monitores receberão uma bolsa auxílio de R$ 330,00 por 10 meses e terão aulas à distância e encontros presenciais com profissionais do NEOJIBA, que acompanharão os monitores durante todo o programa. Todas as despesas para a participação nas atividades presenciais serão custeadas pelo IASPM.

“O NEOJIBA sempre procura contribuir para o aumento da capacidade técnica dos projetos musicais parceiros, especialmente da sua capacidade de atendimento a demanda de suas comunidades, dando oportunidade para mais crianças e jovens se desenvolverem através da prática musical coletiva. O PROCEC representa a evolução dessa política de intercâmbio com a Rede de Projetos Orquestrais da Bahia que, somada a outras ações recentes no interior, como a licenciatura em música da UNEB e o projeto Escolas Culturais, dinamizará ainda mais a cadeia produtiva da música em todas as regiões da Bahia, num ciclo de musicalização, multiplicação de conhecimento, formação superior, formação de público e mercado de trabalho local. Os sujeitos dessa transformação, a médio e longo prazo, serão esses jovens que, hoje, estão sedentos para aprender e ensinar”, afirma Adriano Cenci, coordenador da REDE de Projetos Orquestrais da Bahia.

As inscrições devem ser feitas até o dia 25 de fevereiro de 2018 via formulário disponível. Todas informações estão disponíveis no Edital do PROCEC 2018.

Rede de Projetos Orquestrais da Bahia
É um espaço que reúne diversas entidades que promovem o ensino e a prática musical coletiva como meio para o desenvolvimento social de crianças, adolescentes e jovens na Bahia. Atualmente, são 42 projetos, em 36 municípios e 15 Territórios de Identidade do Estado. A Rede procura criar ou potencializar ações que atendam à crescente demanda por apoio pedagógico no campo da formação musical e oferece qualificação em gestão e na criação de projetos musicais no interior do Estado.

Programa NEOJIBA
Criado em 2007 como um dos programas prioritários do Governo do Estado da Bahia, o NEOJIBA (Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia) tem por objetivo promover na Bahia o desenvolvimento e a integração social, prioritariamente de crianças, adolescentes e jovens em situações de vulnerabilidade, por meio do ensino e da prática musical coletivos. O NEOJIBA beneficia cerca de 4.600 crianças, adolescentes e jovens em todo o estado da Bahia. É uma ação da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) e seu diretor fundador é o maestro e pianista Ricardo Castro.

Comentários