Feira da Música estimula troca de conhecimento entre crianças

Publicado em: 01/12/2017
38764992241_85c51cddd7_z

Mais de 200 crianças e adolescentes do Bairro da Paz, em Salvador, visitaram a exposição sobre o romantismo do século XIX, durante a III edição da Feira da Música, uma iniciativa do Núcleo do NEOJIBA em parceria com a Santa Casa da Bahia.  Entre os dias 28 e 30 de novembro, os integrantes do Núcleo Bairro da Paz receberam a visita de estudantes das escolas do bairro interessados em aprender mais sobre história da música.

Este ano, os compositores Richard Wagner, Frederic François Chopin e Piotr Ilitch Tchaikovsky foram os homenageados. Cada um destes compositores ganhou uma sala temática no Núcleo Bairro da Paz. Suas obras foram apresentadas no concerto de encerramento da III Feira de Música, na quinta-feira (30).

Esdras Efraim, coordenador do Núcleo Bairro da Paz, explica que o objetivo da Feira é fomentar a pesquisa e a busca de conhecimento. “É um projeto grandioso de aprendizado, tanto para os integrantes, quanto para os estudantes que estão visitando”, afirmou. Em 2015, na primeira edição, a Feira da Música apresentou um panorama de todos os períodos da história da música ocidental. Em 2016, a Feira trouxe informações sobre os períodos modernos e contemporâneos. “Estamos fazendo um retorno ao passado. Planejamos chegar até a Idade Média, no século XV”, conta Esdras.

“As obras de Chopin têm o piano como instrumento de destaque”, explicou Grasielle de Jesus, 13 anos, aos alunos do Educandário Sementes da Bem-Me-Quer. “Acho o evento bastante positivo, pois podemos passar nosso conhecimento para as crianças e também aprender sobre os compositores”, contou a flautista, que há três anos participa do Núcleo do NEOJIBA. Atentas e participativas, as crianças visitavam cada uma das salas temáticas da exposição. “Elas prestaram muita atenção ao nosso compositor, pois o tema das Valquírias lembra muito os filmes de herói. Elas saíram daqui felizes”, afirmou Felipe Souza, 16, um dos jovens responsáveis pela sala dedicada à obra de Wagner.

Além de apresentar os compositores que marcaram o período romântico da história da música, a III Feira da Música trouxe informações sobre a literatura e a arquitetura da época. Larissa Teixeira, 18 anos, participou de todas as três edições da Feira, mas este ano foi ainda mais especial. Pela primeira vez, ela pode participar como integrante do Núcleo. “A experiência é maravilhosa. É o ‘Aprende Quem Ensina’. Mesmo quando eu estiver em outras orquestras, quero continuar participando desta iniciativa”, afirmou Larissa.

Comentários