Concerto Para Dois Pianos: Martha Argerich e Alexander Gurning / Concert for Two Pianos: Martha Argerich and Alexander Gurning

Publicado em: 09/11/2014
10612966_793012974078007_6895907022879573468_n

Disculpen las molestias causadas, porque aun continuamos trabajando en la traducción.

 

Domingo (7 de setembro),

Além de ter sido o primeiro concerto com Martha Argerich e o único com Alexander Gurning, a Orquestra Juvenil da Bahia apresentou uma das maiores obras do repertório sinfônico internacional, a Primeira Sinfonia de Gustav Mahler. Casa cheia novamente e mais um vez o público aplaudiu a Orquestra Juvenil da Bahia de pé, por vários minutos, ao final da execução desta sinfonia importante,difícil e emblemática. Como inspiração à execução da obra, a orquestra fez um passeio de barco pela lago Leman, para ver as mesma paisagens que inspiraram Mahler a escrever esta sinfonia, que fala da natureza. O Concerto para dois pianos e orquestra de Poulenc, com Argerich e Gurning aos pianos também foi muito aplaudido, e o público pediu um bis dos solistas, que assim tocaram o terceiro movimento, Brasileira, de Scaramouche, composição para 2 pianos de Darius Milhaud. Rafael Campos,percussionista da Orquestra Juvenil foi convidado a se juntar aos 2 pianos da composição original, tocando uma parte de pandeiro de acréscimo.

Seguem abaixo os depoimentos deles:

Rafael Campos:

“Incrível pra mim, não sei nem como consigo expressar o que estou sentindo agora. Na verdade ela me convidou no ensaio… O mais incrível é que no ensaio foi tranqüilo. Agora no concerto bateu aquele nervosismo, a coisa fluiu […], agora a ficha caiu.”

Martha Argerich:

“Adorei (ter sido acompanhada pela Juvenil da Bahia), vou dizer a verdade. Foi muito bom. Eles tocam com muita vontade e muito bem! O percussionista é fantástico!”

Alexander Gurning:

“Achei o concerto muito tocante. Quando a gente vê alguém que chega assim e que não esperava estar à frente no palco e se encontra em uma situação inesperada isso nos dá também vontade de tocar junto. Quando eu o vi, enxerguei um ser-humano muito tocante.”

O concerto aconteceu às 18h, horário local (13h no horário de Brasília). É o segundo concerto da Orquestra Juvenil da Bahia como residente do Festival de Musique Classique Montreux-Vevey e também segundo da Turnê Europa 2014.

 

Sunday (September 7),

In addition to being the first concert with Martha Argerich and the only one with Alexander Gurning, the Youth Orchestra of Bahia performed one of the greatest international symphonic pieces: Gustav Mahler’s First Symphony. It was a full house once again, and the audience gave the Youth Orchestra of Bahia a standing ovation for several minutes at the end of the performance of this important, difficult, and emblematic symphony. As an inspiration for the performance of the piece, the orchestra took a boat ride through the Leman Lake to see the same landscape that inspired Mahler to write this symphony, which speaks of nature. The Concert for two pianos and the Poulenc orchestra, with Argerich and Gurning on the pianos, was also heavily applauded, and the public asked the two soloists for an encore. They played the third movement, Brazilian, by Scaramouche, composition for 2 pianos by Darius Milhaud. Rafael Campos, a percussionist in the Youth Orchestra, was invited to join the 2 pianos in the original composition, playing an extra part on the pandeiro.

In their words:

Rafael Campos:

“It was incredible for me; I don’t even know if I can express what I’m feeling right now. Actually she invited me in the rehearsal… What’s incredible is that the rehearsal was relaxed. Now in the concert I felt nervous, but things flowed […] now the penny dropped.”

Martha Argerich:

“I loved (being accompanied by the Youth Orchestra of Bahia), to tell you the truth. It was very good. They play with great passion and very well! The percussionist is fantastic!”

Alexander Gurning:

“I found the concert very touching. When we see someone who wasn’t expecting to be at the front of the stage in an unexpected situation, that also makes us want to play together. When I saw him, I saw a very touching human being.”
The concert was performed at 6:00 PM local time (1:00 PM Brasília time). It is the Youth Orchestra of Bahia’s second concert in residence at the Festival de Musique Classique Montreux-Vevey, and the second concert of the 2014 Europe Tour.

Comentários